Tecnologia

O que é e para que serve um disco rígido?

By  | 

O computador é composto por vários elementos que são cruciais para o seu normal funcionamento. Sabemos de facto que a tecnologia tem evoluído bastante nos últimos tempos e que sempre surgem novos computadores, com melhorias importantes nas suas componentes. Uma delas que ao longo do tempo tem se tornado mais potente é o disco rígido.

Mas sabes exatamente o que é e para que serve um disco rígido? Queres conhecer quais são as suas principais características? Segue com este artigo e não percas nada sobre tecnologia.

Características dos discos rígidos

Kitsana1980 || Shutterstock

O que é o disco rígido?

O disco rígido é o dispositivo eletrónico onde se armazena toda a informação que se processa num computador, incluindo o sistema operativo e as suas aplicações. O disco rígido emprega um sistema de gravação magnética para armazenar os dados digitais e está composto por um ou mais discos que se unem por um eixo que gira a uma grande velocidade dentro de uma caixa metálica que os protege.





Cabe destacar que atualmente se está aperfeiçoando a tecnologia dos discos rígidos em estado sólido, ou também designado SSD - Solid State Drive, onde a informação é gravada e lida graças aos processos químicos. Da mesma forma, para entender um pouco melhor para que serve um disco rígido, é importante conhecer um pouco mais sobre outras partes do computador, e para que serve um processador de computador, por exemplo.

Componentes de um disco rígido

Para a leitura e escrita da informação, sobre os discos se coloca uma cabeças de leitura que flutua graças ao ar que é gerado pela rotação dos discos.

Historicamente falando, o primeiro disco rígido foi construído pela companhia IBM e desde então os discos rígidos têm evoluído ao longo do tempo, mudaram de tamanhos e mudaram igualmente as suas capacidades de armazenamento. Para comunicar com o computador os discos rígidos utilizam um controlador que realiza uma interface. Estes controladores poderão ser:

  • SATA que são de uso recente nos computadores e portáteis de última geração
  • IDE ou também denominados ATA ou PATA
  • SCSI que são utilizados em servidores
  • FC que são utilizados exclusivamente para servidores avançados.

Para um disco rígido estar disponível para utilização deves formatá-lo com ajuda do sistema operativo, num formato de baixo nível, definindo quais as suas partes e a capacidade de cada uma delas. Para realizares esta operação, é requerido um espaço mínimo do disco cujo tamanho dependerá do formato que seja empregue.

Algo importante a ter em conta é a capacidade de armazenamento e como esta é medida, no caso dos discos rígidos serem utilizados  com o prefixo SI, que utiliza potências de 1000 segundo a norma estabelecida pela IEC e IEEE. Um exemplo claro disto é um disco de 500Gb, que ao ser visto no sistema operativo revela um tamanho de 465GiB (gigabytes). Quer isto dizer que 1GiB corrresponde a 1024MiB.

Características dos discos rígidos

Casezy idea || Shutterstock

As principais características a considerar de um disco rígido

  • Capacidade do disco rígido. Geralmente os discos rígidos maiores são mais lentos.
  • Tempo médio de acesso. Diz respeito à soma de tempo médio de procura mais o tempo de leitura e a latência média.
  • Velocidade de rotação. Quanto maior, geralmente varia entre as 7200 a 10000 rotações por minuto.
  • Taxa de transferencia. Quanto mais melhor.
  • Caché de pista.
  • Interface.
  • Landz. Zona onde as cabeças descansam quando o PC está apagado.

Os discos SSD apresentam outra tecnologia completamente diferente e pouco a pouco têm evoluído. Enfim, poderás adquirir discos rígidos a um bom preço nas lojas habituais.

Comments

comments

[was-this-helpful]

Olá! Eu sou o Marcelo, um cinéfilo assíduo e um treinador de Pokémon competente e penso ter descoberto todos os segredos do mundo geek.

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.