Tecnologia

O que é e para que serve a placa-mãe?

By  | 

Poucas vezes paramos para analisar concretamente as placas-mãe, salvo se as nossas intenções sejam iniciar algum tipo de overclocking ou quando requeremos algum elemento que não é comum nas placas-mãe convencionais. Contudo, todos os computadores necessitam de uma placa-mãe para funcionar. Toda a tecnologia dos PC's depende disso!

Desta forma, vamos analisar os diferentes elementos que compõem uma placa-mãe, para saber se o teu computador tem uma boa placa-mãe ou se necessitas comprar outra. Vem descobrir o que é e para que serve a placa-mãe do computador neste artigo tão especial!

Como escolher uma placa-mãe

Golubovy || Shutterstock

O que é a placa-mãe de um computador?

A placa-mãe de um computador, do nome em inglês motherboard, é o espaço que conecta todos os elementos determinantes para o bom funcionamento do computador. Essa conexão é feita através de uma rede de fios que permite que a informação seja enviada de um espaço a outro e percorra o processador, a memória, a placa gráfica, entre outros elementos. A placa-mãe recebe a energia elétrica quando ligada à corrente e assume essa designação porque sem ela nada funcionaria no PC.

Digamos que na placa-mãe estão conectados o processador, a memória RAM, as slots de expansão, o plug de alimentação, os conectores IDE, o chip Flash-ROM, os conectores do teclado, do rato, dos dispositivos USB, da impressora, entre outros elementos cruciais para tudo funcionar em condições.





Para escolher a melhor placa-mãe é importante conhecer os elementos fundamentais que a compõem e como estes influenciam a experiência do utilizador.

Como escolher uma boa placa-mãe

Golubovy || Shutterstock

O mais importante na placa-mãe: socket para o processador

Em primeiro lugar, como elemento imprescindível de qualquer placa-mãe, é necessário falar do socket. Há que ter em conta que em função do processador que tenhamos escolhido, será necessário que a respetiva placa-mãe seja compatível com o socket do processador em questão. Geralmente limita-se qual a placa-mãe em função do processador que selecionámos.

Outros aspectos a ter em conta para a melhor placa-mãe

Hoje em dia, se queremos um computador de última geração teremos que pensar em dois aspetos fundamentais:

  1. Um disco rígido rápido implicará maior velocidade de carregamento, sobre tudo se queremos fazer muitas coisas ao mesmo tempo, ou se usamos o computador para trabalhar ou para videojogos. Há que ter em conta que se utilizas o computador para jogar, os cenários, a textura e os demais elementos do videojogo ocupam muito espaço. Portanto, contar com um SSD M.2 é importante e por isso é fundamental uma placa-mãe que o suporte.
  2. Chips de áudio integrados com DSP: este é um elemento adicional interessante, uma vez que se nos interessa ter um áudio com a máxima qualidade, poderemos comprar uma placa de som independente. No entanto, poderás obtê-lo através da placa-mãe, com um conjunto de procedimentos.

A placa-mãe é a base de um bom overclocking

Algo que poucos sabem é que os processadores têm uma configuração demasiado conservadora da velocidade. Isto implica que, se temos tendência para mudar de computador com o passar dos anos, é importante comprar uma placa-mãe sólida bem refrigerada e com um VRM de qualidade, que contenham a máxima estabilidade quando decidamos iniciar-nos no overclocking.

Se a nossa placa-mãe tem tudo isto, então poderemos tirar o máximo proveito dela imediatamente. Mas se este não é o caso, não vale a pena mudar para adquirir uma nova funcionalidade. Quase sempre é possível amplificar a funcionalidade com slots de expansão.

E que tal dar uma vista de olhos ao teu computador e pedir ajuda a um informático para perceber se deves substituir a placa-mãe do teu PC?

Comments

comments

[was-this-helpful]

Olá! Eu sou o Marcelo, um cinéfilo assíduo e um treinador de Pokémon competente e penso ter descoberto todos os segredos do mundo geek.

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.